Crianças de Almada aprendem cozinha saudável

Crianças de Almada aprendem cozinha saudável

Esta quarta-feira, dia 6 de Junho, cerca de três dezenas de crianças vão estar na cozinha do Instituto de Cardiologia Preventiva de Almada (ICPA) para aprenderem a confeccionar alimentação saudável. Este projecto de parceria com o Petit Chef estreou-se no passado mês de Maio com dez crianças a aprenderem que no mundo da alimentação “pode-se comer de tudo, desde que seja moderadamente e confeccionado de forma saudável”, recomenda a chef Joana Byscaia.

As novas instalações do ICPA, no Monte Caparica, está equipada com uma Cozinha Pedagógica, onde a população adulta aprende a comer de forma saudável. Recentemente o instituto foi contactado por Joana Byscaia da Petit Chef, marca dirigida para a cozinha pedagógica destinada a crianças dos 6 aos 14 anos, com a missão de criar hábitos alimentares saudáveis, e nasceu um novo projecto.

Desta parceria nasceu um projecto que arranca com iniciativas como a que vai decorrer agora a 6 de Junho, com vários colégios do concelhos de Almada a serem contactados pelo ICPA para levarem as crianças a divertirem-se aprendendo a cozinhar de forma saudável. “Vamos ter 16 crianças durante a manha e 12 durante a parte da tarde”, refere Mariana Araújo.

Segundo a responsável de comunicação do ICPA, a proposta é as crianças cozinharem duas receitas simples, com ingredientes apelativos, e adquirirem aprendizagem sobre como comer saudavelmente. Um conhecimento que acabam sempre por transmitir aos pais.

E esta receita de levar nutrição e alimentação saudável às famílias resulta. Assim, dia 16 de Junho está marcada nova sessão, em que “algumas crianças que estiveram na iniciativa de Maio vão voltar”, refere Mariana Araújo. As inscrições podem ser feitas até dia 14 de Junho, custam 10 euros, e estão limitadas a 16 participantes.

Estas são apenas as primeiras iniciativas para um projecto mais alargado que o ICPA e o Petit Chef vão desenvolver a partir de Setembro. Durante o ano lectivo, como actividade extra curricular, as crianças podem frequentar um curso sobre alimentos saudáveis e como os confeccionar. “Para muitas crianças será a entrada no mundo da culinária, de uma forma séria e educativa, com todas as emoções que trabalhar numa cozinha representa”.

Para os pais, é uma oportunidade para “verem os seus filhos a adquirirem conhecimentos úteis para toda a vida numa associação clara entre a cozinha saudável e o trabalho de equipa”.