Djerba: Férias numa ilha de sonho por menos de 400 euros

Djerba: Férias numa ilha de sonho por menos de 400 euros

Agora que o Verão está aí, saiba que pode ter merecidas férias numa ilha de sonho. Com muito sol, praias paradisíacas de areia dourada e água realmente quente, paisagens deslumbrantes, onde a história, a cultura e as tradições se embrulham com constantes convites à aventura. 

Sugestivo? Sim, claro! E se lhe dissermos que estas autênticas férias de sonho podem custar pouco mais de 400 euros em regime de tudo incluído (sete noites) em hotéis de 3 e 4 estrelas? Poderá não acreditar, mas é verdade.

O operador Travelers está a apostar na Ilha de Djerba, no sul da Tunísia, como destino turístico de eleição e propõe pacotes de preços verdadeiramente acessíveis em hotéis de qualidade superior. Foi isso que pudemos comprovar ao longo de uma semana em que seguimos os percursos, visitas e excursões propostas aos turistas e visitámos as principais unidades hoteleiras incluídas nos pacotes do operador.

Passeios cheios de história

Para além do sol e das praias banhadas pelo Mediterrâneo, Djerba apresenta uma diversificada oferta de actividades dirigidas ao turismo, principal motor económico de uma ilha que já foi fenícia, cartaginesa e romana. Os árabes chegaram apenas no século VI e a população da outrora denominada Meninnx é de origem berbere. No século XV, a ilha serviu de refúgio de piratas e a colonização francesa chegou com o século XIX.

Ora, esta riqueza histórica deixa antever que há muito para visitar na ilha (e a partir da ilha) e que os oito dias a passar em Djerba serão sempre bem preenchidos.

A grande maioria dos complexos hoteleiros está na primeira linha de praia e todos dispõem de areais privativos, com camas, sombras e serviço de bar. A proximidade com o mar permite às melhores unidades a disponibilização de serviços de SPA e Talassoterapia, com tratamentos adequados às preferências e necessidades de cada um.

Porém, para quem pretende algo mais do que estar na praia ou na piscina, onde há sempre actividades de recreio, desportivas e animação, Djerba permite várias alternativas. Seja um passeio a Houmt Souk, a “capital” da ilha, para visitar o Mercado de Midoun e regressar recheado de compras, ou para um périplo por toda a região.

 

 

 

A tentação das compras

Na cidade, pode contemplar uma arquitectura sem igual, os trajes típicos e a paleta de cores formada pelas peças de cerâmica provenientes da vizinha povoação de Guellala (também a visitar), a cestaria de Sedouikech, os tradicionais tapetes ou pelas muitas lojas de especiarias. Aventure-se, sem problemas, pelas ruas estreitas povoadas por lojas, onde para além dos produtos locais e de muita contrafacção, pode encontrar joalharia artesanal autêntica.

Imprescindível é saber regatear o preço inicial, que facilmente desce para menos de metade.

O dia de passeio pela ilha inclui ainda uma passagem pela ponte romana Al Kantara, que liga Djerba ao continente, pelo museu dedicado à história e aos costumes locais e pela sinagoga El Ghriba, em Er Riadh. É uma das mais antigas do mundo e foi restaurada após um atentado ocorrido há vários anos. Este local de culto acolhe a imensa comunidade judaica que se encontra radicada na ilha, sendo que a maioria da população é muçulmana.  Vale a pena entrar, seguir alguns rituais e contemplar o interior de estilo mourisco.

O roteiro contempla ainda uma paragem no Palais de Jasmin, uma pequena loja de óleos e essências puras ali produzidas, algumas das quais com aroma semelhante a perfumes de conhecidas marcas. Tudo a excelente preço, mesmo para a carteira de um português.

Regressados ao hotel, é tempo de planear a próxima saída, esta sim, recheada de emoções e aventura. Vamos até ao continente, para penetrar no Deserto do Sahara.

Viagem pelo deserto

Esta viagem de dois dias tem um custo extra, de 120 euros, mas contempla almoço e estadia de uma noite numa unidade de quatro estrelas da cadeia Golden Yasmine Hotels e um jantar temático na mesma cidade de Touzeur. O almoço do segundo dia (também incluído no preço) é na aldeia troglodita de Matmata, localizada 600 metros acima do nível do mar, onde as casas são escavadas nas rochas. Ali vivem cerca de 80 famílias, mas também os hotéis são feitos em autênticas grutas, convidando ao relaxe e à meditação.

A viagem até Touzer é feita em autocarro ao longo de 300 quilómetros de paisagem árida mas sempre deslumbrante, interrompida por pequenos oásis, algumas montanhas e pelos lagos salgados de Chott El Jerid, que fazem as delícias dos coleccionadores de fotos.

Com as forças recuperadas, após o almoço, partimos em viaturas de todo-o-terreno para uma emocionante viagem de 4 a 5 horas pelo deserto, que nos levará pelos trilhos do Rali Paris-Dakar, rumo ao deslumbrante oásis de montanha de Chebika. Depois, entramos numa imensidão de areia e dunas, para chegarmos a Ong Jemel, onde ainda se encontra o cenário montado para a rodagem da saga Guerra das Estrelas. Mais uma oportunidade para belas fotos. Convém levar roupa fresca e água.

No regresso a Djerba, o programa prevê ainda uma passagem pela cidade de Douz, conhecida por ser a “porta do deserto”, onde é possível fazer um passeio de dromedário através das dunas até um pequeno oásis.

A chegada à ilha é feita ao final da tarde, ainda a tempo de um retemperador mergulho nas águas quentes de Mediterrâneo.

Os restantes dias da semana devem ser dedicados ao relaxe e ao desfrute das praias paradisíacas da ilha. Se a isto acrescentar algumas horas em SPA e/ou na talassoterapia, disponíveis na maioria dos hotéis, garantidamente regressará a Portugal com outro ânimo para enfrentar o resto do ano.

Consulte a sua agência de viagens para escolher a melhor opção em termos de alojamento, preços e datas de viagem ou visite a página da Travelers em: www.travelersoperadorturistico.pt

Para além de Djerba, a Travelers aposta ainda neste Verão em Sharm el Sheik (Egipto) e Marraquexe (Marrocos), com a operação a decorrer em Julho e Agosto a partir de Lisboa e Porto.

Saiba mais sobre a Tunísia em: http://www.tunisiaturismo.com.pt

Texto e Fotos: Paulo Parracho e Raquel Silva

 

Informações Úteis para quem visita Djerba:

Documentos: Passaporte (com validade mínima de 6 meses).

Saúde: Não é exigida qualquer vacina. Aconselhamos que beba sempre água engarrafada.

Tempo de voo: Aproximadamente 2h30.

Língua oficial: Árabe e francês.

Capital: Tunis.

Área: 163 610 Km.

População: Cerca de 10 175 014 habitantes.

Clima: O Norte possui um clima mediterrânico temperado, enquanto que o Sul tem um clima semi-desértico; a zona das montanhas é mais fria e sujeita a nevões.

Cartões de crédito: Visa, American Express, Mastercard.

Fuso horário: Igual a Portugal Continental.

Indicativo telefónico: 216 (a que se adiciona o número referente a cada cidade)

Religião: Maioritariamente Muçulmana.

Corrente eléctrica: 220V.

Djerba, Tunísia