Gestão do Mosteiro de Odivelas vai passar para a Câmara até março

Gestão do Mosteiro de Odivelas vai passar para a Câmara até março
O presidente da Câmara Municipal de Odivelas, Hugo Martins, perspetivou hoje que o Mosteiro da cidade, onde está sepultado o rei D.Dinis, poderá passar para gestão da autarquia entre fevereiro e março.
   
Classificado como monumento histórico, o Mosteiro de São Dinis e São Bernardo, mais conhecido como Mosteiro de Odivelas, foi construído em 1310 e no seu interior encontra-se o túmulo do rei D. Dinis.
 
Nas instalações do Mosteiro de São Dinis funcionou até ao fim do ano letivo de 2014/2015 o Instituto de Odivelas, propriedade do Ministério da Defesa, e entretanto transferido para Lisboa.
 
O presidente da Câmara Municipal de Odivelas, Hugo Martins (PS), explicou que a autarquia está a ultimar as negociações com o ministério das Finanças para a transição do monumento para a gestão do município.
 
"Trata-se de um património nacional que faz parte da identidade do concelho e pelo qual os odivelenses nutrem um sentimento de pertença. A Câmara nunca poderia deixar de fazer tudo para que ele viesse para a esfera municipal", justificou o autarca.
 
Hugo Martins referiu que a transição do Mosteiro de Odivelas para a esfera municipal deverá ocorrer entre fevereiro e março deste ano, mas ressalvou que ainda não está calculado o valor total que esta operação irá custar aos cofres da autarquia.
 
"Estamos com a devida cautela no processo de negociação e a estudar qual será o instrumento jurídico que mais se adapta a este processo. Ou seja, queremos aplicar o respetivo instrumento para que daí resulte um plano de pagamento por parte do município de Odivelas", sublinhou.
 
O autarca referiu ainda que a autarquia já tem alguns projetos pensados para o local, nomeadamente a criação de um Centro Interpretativo sobre o Mosteiro de São Dinis, a construção de um centro de ensino e ainda a instalação da Divisão da PSP de Odivelas.
 
A Câmara de Odivelas pretende ainda vir a criar nos terrenos situados nas traseiras do Mosteiro um Parque Urbano.