Urgência polivalente só deverá perder valências à noite

Urgência polivalente só deverá perder valências à noite

Ministro da Saúde nega encerramento do único serviço de referência na Margem Sul.

A urgência polivalente no Hospital Garcia de Orta (HGO) deverá manter-se, estando no entanto a ser estudada uma articulação com o Hospital S. Francisco Xavier. O certo é que o ministro da Saúde, Paulo Macedo, veio a público afirmar a manutenção deste serviço na unidade de Almada.

O ministro veio assim desmentir as afirmações do presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo Luís Cunha Ribeiro, que em entrevista à Antena 1 disse que as urgências destes dois hospitais passariam de polivalentes para médico-cirúrgicas.

As dúvidas estão agora em como será feita a reorganização das urgências que Paulo Macedo diz estar a ser feita por peritos. “Poderá haver uma reorganização em termos de valências, a qual é desejável e necessária” Ou seja, estas unidades poderão passar a ter menos valências no período nocturno.

Mas sobre esta alegada alteração, o HGO diz não ter ainda qualquer conhecimento e mantém as afirmações da directora clínica, Ana França, publicadas na última edição do Jornal da Região. O HGO “é o único hospital diferenciado, polivalente, a sul do Tejo” , por isso a decisão do Governo “tem de ser em defesa da vida”. O único problema deste serviço é a “falta de recursos humanos”.

Ler a notícia completa em: http://jr.jornaldaregiao.pt/Almada.pdf