António Pedro Cerdeira em Comédia Negra, em Cascais

 

Vinte anos depois da sua estreia enquanto actor, António Pedro Cerdeira está de regresso ao TEC – Teatro Experimental de Cascais, sob a orientação de Carlos Avilez (na foto), para interpretar a comédia negra “Arsénico e Rendas Velhas”. Escrita em 1941 por Joseph Kesselring, mas com o texto actualizado para os tempos modernos, “Arsénico e Rendas Velhas” é uma das mais célebres e divertidas comédias negras da dramaturgia do século XX. A peça conta a história de duas simpáticas senhoras de idade que envenenam os seus inquilinos para os livrarem dos sofrimentos do mundo, ao mesmo tempo que têm de lidar com os seus três sobrinhos desequilibrados: Georgie, que julga ser George W. Bush, Jonathan, um criminoso que depois de uma operação plástica mal sucedida se tornou num duplo de Frankenstein, e Mortimer, um crítico de teatro pouco perspicaz que descobre o segredo das tias no mesmo dia em que decide casar com a vizinha do lado.

Teatro Municipal Mirita Casimiro, Monte do Estoril, de 23 a 29 de Abril e de 15 de Maio a 16 de Junho, de quarta-feira a sábado, às 21h30, e domingo, às 16 horas. Bilhetes de 15 euros.