Bomba de gasolina avança, parque urbano do Neudel não

Moradores indignados por incumprimento de uma promessa antiga. Câmara diz que obra vai avançar.

Os moradores do Neudel, Damaia, continuam impacientes a aguardar pela implantação de um parque urbano, prometido desde a altura em que aquela urbanização nasceu. Há muito que aguardam o avanço das obras, mas por agora as únicas máquinas que vêem a funcionar são as que estão no terreno contíguo, onde será construída uma bomba de gasolina.
“Ao contrário do que nos foi prometido, a construção da bomba de gasolina já começou, mas das obras do parque, apesar das várias datas avançadas para o seu início, nem sinal”, reclama António Veloso, ali morador.
Também Paulo Pereira, outro residente na urbanização, aponta que “o prazo para a construção do parque está já expirado, mas já começou a construção da bomba de gasolina, apesar de no protocolo estabelecido em 2010 prever que ambos devem ser construídos ao mesmo tempo”.
O presidente da Câmara Municipal da Amadora (CMA), Joaquim Raposo, esclarece que “apesar de já ter arrancado a obra da bomba de gasolina, não significa que a licença de utilização seja passada antes da construção do parque”.
O autarca acrescentou que falta apenas a avaliação de uma parte do terreno. “O parque vai ser feito, porque faz falta à população da zona”, garantiu.
Para a construção de um parque urbano no local foi necessária a elaboração de um plano de pormenor, aprovado em Conselho de Ministros. Numa área de cerca de 40 mil metros quadrados, está prevista a criação de espaços públicos de lazer, um edifício multifunções, uma esplanada, um quiosque de apoio e vários equipamentos lúdicos. Esta obra, condicionada à construção de uma bomba de gasolina, tinha conclusão prevista para 2013.
Milene Matos Silva