BTL contra pessimismo celebra 25 anos à espera do visitante um milhão

A Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) comemora 25 anos esta edição, aguardando ultrapassar o milhão de visitantes, numa altura em que o setor deve contrariar o pessimismo existente, segundo o presidente da comissão organizadora, Vítor Neto.
A BTL deste ano acolhe como convidada nacional a região centro e vai dar particular enfoque, em termos internos, ao turismo religioso, ao golfe e ao setor empresarial ('meeting industry'). 
A agora designada feira, que começa na quarta-feira e decorre na FIL, em Lisboa, até domingo, mas que estará aberta ao público em geral apenas no fim de semana, contará ainda com a estreia do turismo paulista.
“Queremos que esta feira seja também um momento de reforço da confiança dos empresários do setor. É interessante que apesar de os últimos anos não terem sido favoráveis, mesmo assim [o setor] teve um crescimento nas receitas externas, que contam como exportações”, afirmou o antigo secretário de Estado.
As despesas de turistas estrangeiros em Portugal aumentaram 5,6% em 2012, de acordo com dados do Banco de Portugal, tendo o setor sido o maior contribuinte para o excedente da balança de serviços, um dado que Vítor Neto considera ter “passado um pouco despercebido”.
Desde a primeira edição a BTL recebeu 994.618 visitantes, entre profissionais e público geral, para além de 15.261 empresas, de acordo com dados da organização.
Este ano, Vítor Neto refere que vão ser 900 as empresas presentes, um número que considera “razoável, tendo em conta a conjuntura”.
“O investimento da organização na feira tem rondado os 10 milhões de euros nas últimas 10 edições, com o valor investido em promoção a rondar os três milhões de euros para o mesmo período”, segundo comunicado da organização.