Câmara oferece viaturas e material à PSP

A Câmara de Cascais ofereceu três viaturas automóveis (Fiat Punto), duas motos e diverso material administrativo e informático à PSP, para reforçar a operacionalidade da força de segurança. No lote de material oferecido estavam coletes reflectores, luvas, lanternas, abraçadeiras-algemas, cones de sinalização, binóculos, impressoras, computadores e máquinas fotográficas e de filmar.
A entrega deste material, que foi efectuada no passado dia 21 de Março, foi efectuada no âmbito da Parceria Público-Pública celebrada recentemente entre o município e o Ministério da Administração Interna.
O presidente da Câmara de Cascais frisou que esta entrega corresponde ao cumprimento da segunda alínea prevista no protocolo: “A primeira alínea foi a ampliação da esquadra de Trajouce, S. Domingos de Rana, entregue logo no dia 13. Agora estamos a concretizar a segunda alínea, com a entrega destes materiais e equipamentos. O próximo passo será a transferência da 50.ª Esquadra de Cascais e esquadras de Turismo para as antigas instalações da Brigada Fiscal da GNR junto à Docapesca, depois de recuperadas”. Prevista está também a deslocação da sede da Divisão da PSP de Cascais para um imóvel junto à Praça de Touros, a adquirir pela Câmara Municipal de Cascais.
Com esta parceria, a autarquia quer dotar a polícia de mais meios e melhores condições de trabalho, com vista ao bem-estar da população, mas também de quem o visita. Por isso, o edil indica a segurança como factor estratégico: “Não podemos oferecer um concelho de vocação turística como Cascais, sem garantir a segurança”, sublinhou Carlos Carreiras, que quer também investir nas demais forças de segurança: “fizemos um levantamento sobre as necessidades elementares das várias forças de segurança, Polícia Marítima, GNR e PSP e, a pouco e pouco, vamos colmatar as principais falhas”.
Para o intendente Paulo Onofre, que representou o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP na cerimónia, “este investimento municipal tem de ter um retorno positivo em trabalho e dedicação. Estamos a atravessar um momento complicado em termos de capacidade financeira e esta aquisição, por parte da Câmara de Cascais, é uma lufada de ar fresco em prol dos cidadãos de Cascais”. Em declarações ao JR, Sérgio Nunes, comissário da PSP em Cascais, realçou que a oferta da Câmara “simboliza o valor que a autarquia quer dar ao concelho e aos munícipes de Cascais”.