Candidatura independente protesta por semelhança de slogans em Cascais

O movimento independente candidato à Câmara de Cascais "Todos Por Cascais" apresentou hoje um protesto à Comissão Nacional de Eleições (CNE) contra a semelhança do slogan da candidatura da coligação PSD/CDS anunciado na quinta-feira, "Todos Somos Cascais".
Na nota enviada à CNE, a que a Lusa teve acesso, o candidato pelo movimento independente João Sande e Castro pede que sejam tomados "os procedimentos que tiverem por adequados para que os cartazes da coligação PSD/CDS sejam de imediato retirados e que a respetiva candidatura não volte a optar por slogans propagandísticos facilmente confundíveis com os de outras candidaturas".
Na quinta-feira, a coligação PSD/CDS, de Carlos Carreiras, inaugurou a sua sede de campanha para as autárquicas deste ano e deu a conhecer o slogan da sua candidatura: "Todos Somos Cascais".
"É por demais evidente a confusão que de imediato se gerou nos eleitores, tendo esta candidatura sido insistentemente inquirida sobre a origem dos novos cartazes", afirma o candidato independente.
João Sande e Castro foi, até há pouco tempo, vereador da Câmara de Cascais pelo CDS, mas os pelouros foram-lhe retirados pelo presidente da autarquia, Carlos Carreiras, quando anunciou ser candidato e se demarcou do executivo.