Carcavelos mantém tradição do primeiro mergulho do ano

 

Várias pessoas juntaram-se na manhã de dia 1, na praia de Carcavelos, concelho de Cascais, para cumprirem a tradição de darem o primeiro mergulho do ano, num dia em que o tempo ajudou com sol e pouco frio.
Trajados a rigor, com fatos completos de alças e pernas às riscas, a fazer lembrar os trajes de banho dos anos 20 e 30 que uma conhecida confeciona, o grupo liderado por António Duarte Bento atraiu muitos curiosos ao areal.
Com 71 anos, António Duarte Bento disse à Lusa que há 38 anos consecutivos que mergulha no mar no dia 01 de janeiro.
“Eu há 38 anos que faço isto. Desde 1998 em Carcavelos e desde 1975 no Tamariz”, afirmou.
Todos os anos costuma juntar entre 50 a 60 pessoas, mas este ano “falharam alguns, talvez por causa da greve”.
“Temos também muitos amigos que nos vêm acompanhar, mas depois não têm coragem para ir tomar banho”, acrescentou.
O motivo que o leva a organizar este mergulho é simples: “Uma questão de convívio, juntar as pessoas, transmitirmos uns aos outros que ainda continua a haver amizade e amor”.
António Duarte Bento espera ainda que o mergulho que hoje deram traga “muita sorte” a todas as pessoas.
Também trajados a rigor, os gémeos de cinco anos, Fábio André e Tiago, eram os mais novos do grupo, mas nem por isso os menos corajosos.
Mais envergonhado, o Fábio André não quis falar com a Lusa e teimava em não sair da água.
O irmão Tiago lá disse que este ano foi a segunda vez que foi ao mar no dia 01 de janeiro, que a água não estava fria e que para o ano quer voltar.
Na outra ponta da praia, António Jorge e um grupo de amigos também cumpriam uma tradição de largos anos.
“Nós fazemos isto todos os anos desde pequenos. Temos 50 anos. Há uns 40 anos que fazemos isto”, disse à Lusa, acrescentando que o fazem “espontaneamente”.
“Não temos nada organizado. Sabemos que no dia 01, por volta das 10:30, 11:00 vimos aqui mandar um mergulho”, disse.
Satisfeitos com a temperatura que se fazia sentir, António Jorge disse que já mergulharam em “dias a chover e em que a areia está mais fria do que a água”.
Estreante nestas andanças, Carlos Pereira disse que a água estava “ótima” e que para o ano pretende regressar à praia de Carcavelos.