Cascais associa-se às comemorações do Dia Europeu do Enoturismo

Generoso por excelência e muito apreciado, o Carcavelos é um Vinho Licoroso de Qualidade Produzido em Região Demarcada (VLQPRD) com Denominação de Origem Controlada (DOC), que hoje se produz no Vale de Caparide, em Cascais, e na Estação Agronómica Nacional, em Oeiras. De um solo calcário, castas e condições atmosféricas muito específicas nasce um produto que não conhece fronteiras municipais, nem nacionais, nem mesmo internacionais. Conhecer melhor este vinho e uma das adegas em que é produzido é a proposta da Câmara Municipal de Cascais para assinalar o Dia Europeu do Enoturismo que se comemora a 10 de novembro. A visita à Quinta dos Pesos é gratuita e decorre entre as 15h00 e as 16h00. Basta comparecer.

Comemorado com sucesso nos últimos cinco anos, o Dia Europeu do Enoturismo, é uma proposta da AMPV - Associação de Municípios Portugueses do Vinho, de que Cascais faz parte, e da Recevin – Rede Europeia de Cidades do Vinho. O objetivo é não só assinalar a ocasião, mas promover cada região através do vinho e produtos típicos enquanto exemplos de qualidade de vida. “A cultura e a tradição da terra estão intimamente ligadas à identidade do vinho e a todos os produtos locais, que cada vez mais são símbolos da qualidade de vida e embaixadores de cada região”, salienta José Arruda, secretário-geral da AMPV.

O desafio está lançado à população para aproveitar o dia, neste caso um domingo, e visitar a Adega da Quinta dos Pesos, em Caparide, aproveitando para degustar o generoso Vinho de Carcavelos. A entrada para a quinta faz-se a partir da Calçada 1.º de Dezembro, rua transversal da Rua Principal do Alto do Espargal, em Caparide (coordenadas Google GPS 38.713367,-9.367434).

Sobre o Vinho de Carcavelos | Outrora dominante numa área mais vasta que se estendia, grosso modo, da Ribeira da Laje à Ribeira de Caparide, o Vinho de Carcavelos produz-se atualmente na Quinta de Caparide, Quinta dos Pesos e Quinta da Samarra. A DOC está também autorizada na Quinta da Estação Agronómica Nacional, em Oeiras, que é igualmente produtora do Carcavelos com a marca Conde de Oeiras pertença da Câmara Municipal de Oeiras.

Características: Trata-se de um vinho generoso, bem marcado pelas características naturais da região: terrenos calcários de declives voltados para sul, com temperaturas amenas e ventos de norte a subtraírem a humidade marítima. Apresenta cor topázio e é um líquido, aveludado, delicado, com aroma amendoado, adquirindo um perfume característico com o envelhecimento.