Cascais na corrida para ser Capital Europeia da Juventude

Cascais está na corrida para o título de Capital Europeia da Juventude em 2017, concorrendo com as cidades finalistas de Galway (Dinamarca), Perugia (Itália) e Varna (Bulgária).
A vereadora da Juventude, Catarina Marques Vieira, salienta que Cascais tem boas razões para se impor e revelou ao JR alguns dos argumentos mais fortes para ganhar o título de Capital Europeia
da Juventude em 2017: “Cascais é um dos mais jovens concelhos do país, é um dos concelhos mais qualificados do país, tem uma série de políticas de juventude pioneiras ao nível nacional, tem seis espaços abertos dedicados inteiramente aos assuntos da juventude (Lojas )”. A autarca destaca, ainda, que “Cascais tem uma divisão de juventude e emprego dedicada especialmente à qualificação e procura activa de primeiro emprego nos sub-30, tem o maior números de jovens voluntários do país (mais de 1600 por ano), tem 38 associações juvenis activas (uma por cada 5500 habitantes)”.
 Cascais tem, ainda, uma população multicultural, com cerca de 80% das nacionalidades representadas, para além de contar com uma vasta experiência na organização de grandes eventos internacionais.
O resultado final da candidatura será conhecido em Novembro.