Casos de Polícia frequentes na urgência do Amadora-Sintra

 

Cerca de 15 casos de polícia chegaram em média diariamente às urgências do Hospital Amadora-Sintra, só no primeiro semestre deste ano, um terço dos quais foram agressões, segundo dados da PSP.
Dos 2.816 casos, 983 foram agressões, 857 acidentes de trabalho, 462 acidentes de viação e 299 intoxicações.
A PSP registou ainda 58 tentativas de suicídio, igual número de mordeduras de animal, 51 agressões com arma branca, 19 queimaduras, 17 violações ou tentativas de violação e 12 agressões com arma de fogo.
Em 2011, o total de casos de polícia que foram registados pela PSP na Amadora-Sintra foi de 9.642.
O Posto da PSP do Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra) iniciou o seu funcionamento no dia 01 de abril de 1996.
Desde 1986 que a PSP pode “manter pessoal com funções policiais em organismos de interesse público para a prestação de serviços especiais”, segundo a legislação em vigor (Portaria 462/86).
Sempre que o chefe do posto da PSP no Hospital Amadora-Sintra diz que já viu de tudo, arrepende-se. A violação de crianças de tenra idade pelos pais e as agressões com x-atos são os casos que mais o chocam.