Gala solidária sem preconceito

O Salão Preto e Prata do Casino Estoril vai receber, na próxima segunda-feira,  dia 15 de Janeiro, a 3.ª edição da ‘Gala Sem Preconceito’, uma iniciativa solidária cujas receitas revertem a favor da aquisição de material hospitalar para tratamento de doentes com cancro. Este ano, o valor recolhido será destinado à remodelação do Hospital de Dia do Fernando Fonseca (Amadora-Sintra).
Muitos foram os artistas que aceitaram integrar este espectáculo, como Tony Carreira, Nuno Guerreiro, Rita Ribeiro, Ricardo Carriço, Susana Félix, Henrique Feist, FF e Flávio Gil. O elenco de apresentadoras vai incluir Jessica Athaide, Sofia Nicholson, Sofia Ribeiro, Isabel Guerreiro e Teresa Guilherme. O evento vai incluir, ainda, performances do espectáculo Red Ligt Circus, assim como do bailarino Benvindo da Fonseca. 
A gala vai terminar com um desfile das 12 mulheres que têm ou já tiveram a doença, coordenado por Pedro Crispim e vestidas  por Ana Sá, que fazem parte de um calendário produzido para o efeito. O mês de Fevereiro apresenta Simone Oliveira, que será alvo de uma homenagem especial durante o evento.
O calendário é extremamente cuidado e elaborado como uma produção de moda, com o objectivo de que as mulheres se “sintam bonitas e com uma elevada auto-estima, mesmo com todas as condicionantes físicas que o cancro lhes traz”, revela a organização.O Salão Preto e Prata do Casino Estoril vai receber, na próxima segunda-feira,  dia 15 de Janeiro, a 3.ª edição da ‘Gala Sem Preconceito’, uma iniciativa solidária cujas receitas revertem a favor da aquisição de material hospitalar para tratamento de doentes com cancro. Este ano, o valor recolhido será destinado à remodelação do Hospital de Dia do Fernando Fonseca (Amadora-Sintra).
Muitos foram os artistas que aceitaram integrar este espectáculo, como Tony Carreira, Nuno Guerreiro, Rita Ribeiro, Ricardo Carriço, Susana Félix, Henrique Feist, FF e Flávio Gil. O elenco de apresentadoras vai incluir Jessica Athaide, Sofia Nicholson, Sofia Ribeiro, Isabel Guerreiro e Teresa Guilherme. O evento vai incluir, ainda, performances do espectáculo Red Ligt Circus, assim como do bailarino Benvindo da Fonseca. 
A gala vai terminar com um desfile das 12 mulheres que têm ou já tiveram a doença, coordenado por Pedro Crispim e vestidas  por Ana Sá, que fazem parte de um calendário produzido para o efeito. O mês de Fevereiro apresenta Simone Oliveira, que será alvo de uma homenagem especial durante o evento.
O calendário é extremamente cuidado e elaborado como uma produção de moda, com o objectivo de que as mulheres se “sintam bonitas e com uma elevada auto-estima, mesmo com todas as condicionantes físicas que o cancro lhes traz”, revela a organização.