Jovens têm proposta para salvar antigo cinema Lido

Onze alunos, entre os 18 e os 22 anos, do Curso Profissional de Técnicos do Comércio da Escola Seomara da Costa Primo, Venteira, têm uma proposta para revitalizar o antigo Centro Comercial Lido, situado junto a Queluz (Sintra), numa das entradas da Amadora. A ideia é devolver o espaço à população, enquanto superfície comercial, distribuindo as várias lojas entre si, ao mesmo tempo que disponibilizam o espaço também para que outros estabelecimentos de ensino possam mostrar os seus trabalhos. A abertura de um supermercado no piso térreo daria mais sustentabilidade ao projecto.
Um cabeleireiro luso-africano, um restaurante, um espaço Internet, um espaço de apoio ao estudo, uma loja de artesanato que vende artigos de cortiça, uma agência de marcação de viagens pela Internet ou a reabertura da sala de cinema do antigo centro comercial, são algumas das propostas apresentadas pelos onze alunos que estão a finalizar o curso que lhes dará competências para desempenhar todas as tarefas inerentes à actividade comercial, desde atendimento ao público, passando pela recepção de dinheiro.
Este projecto surge da fusão de dois projectos. “Por um lado, cada aluno deste curso terá que apresentar um portfólio e fazer uma apresentação pública do seu projecto pessoal. Ao mesmo tempo, enquanto professora formanda do projecto Educação para o Empreendedorismo na Escola, resolvemos elaborar esta proposta mais ambiciosa”, explica Ana Cruz, professora e orientadora de turma.