Manuel Branquinho volta a liderar Cova da Piedade

Manuel Branquinho voltou a ser eleito para a presidência do Clube Desportivo do Cova da Piedade. Depois de 12 anos à frente da gestão do clube, o ciclo que foi interrompido no último biénio por Maria João Velez foi agora retomado e o momento é de “união”, comenta a anterior dirigente que concorreu na lista de Branquinho para a tesouraria.

Também o cabeça da lista opositora à de Manuel Branquinho garante estar ao lado do regressado presidente. Por irregularidades para com os estatutos a lista de Jorge Walter não pode concorrer mas o facto não gerou qualquer polémica. “Não consegui que a lista cumprisse os estatutos e assumo esse problema”, diz Jorge Walter. “Foi uma questão pacífica”, acrescenta.

Quanto aos apoios financeiros que tinha atraído para a sua candidatura, reafirma ao Jornal da Região que vai envolver-se “para que sejam redireccionados para a nova presidência”. É que “acima de tudo estão os interesses do clube”, defende. “Dou os parabéns a Manuel Branquinho”.

Num total de 118 votantes, Manuel Branquinho obteve 108 a favor da sua lista, 8 brancos e 2 nulos. “Agora, é preciso começar por solucionar a situação financeira do Desportivo”, afirma. Uma das pedras no sapato da nova gestão vai ser resolver um problema antigo: a venda do autocarro do Clube. Um peso financeiro que tem vindo a acumular juros nos últimos anos. “Tivemos propostas para aquisição do autocarro, mas a conjuntura nacional tem dificultado essa transacção”, comenta a ex-presidente Maria João Velez.