Mata do Bussaco vista ao longo das quatro estações

Exposição patente no Casino Estoril até 30 de Janeiro

‘Bussaco nas Quatro Estações’ é a exposição que pode ser visitada, até ao próximo dia 30 de Janeiro, no átrio principal do Casino Estoril.
 
Com entrada livre, mas condicionada a maiores de 18 anos, esta mostra revela a fauna e a flora de uma das mais emblemáticas matas nacionais. A exposição reúne trabalhos da autoria de 120 fotógrafos amadores no âmbito do concurso ‘Bussaco nas Quatro Estações’, promovido pela Fundação Mata do Bussaco, que desvenda o essencial dos habitats desta floresta mágica em momentos diferentes do ano. As imagens foram captadas entre 20 de Março de 2016 e 18 de Março de 2017.
Como explica a organização da exposição, “o conjunto monumental do Bussaco mobiliza uma riqueza patrimonial de excepção”, que se desenvolve numa área de 105 hectares, possuindo uma das melhores colecções dendrológicas da Europa, com cerca de 250 espécies de árvores e arbustos, alguns destes classificados como notáveis. 
Ao núcleo central formado pelo Palace Hotel do Bussaco e pelo Convento de Santa Cruz, juntam-se as ermidas de habitação, as capelas de devoção e os Passos que compõem a Via-Sacra, a Cerca com as Portas, o Museu Militar e o monumento comemorativo da Batalha do Bussaco. 
Os cruzeiros, as fontes (com destaque para a Fonte Fria com a sua escadaria) e as cisternas, os miradouros (o da Cruz Alta oferece vista privilegiada sobre a região entre Coimbra e a Serra do Caramulo) e as casas florestais, compõem o conjunto do património edificado na Mata do Bussaco. 
“A Mata providencia alimento, abrigo e refúgio para mais de centena e meia de espécies de vertebrados, algumas de grande valor conservacionista, como endemismos ibéricos ou espécies protegidas”, salienta a organização, que dá conta que “a biodiversidade presente no Bussaco exprime a singularidade e o valor patrimonial deste espaço mágico e, por isso mesmo, é necessário zelar pela sua preservação”.
‘Bussaco nas Quatro Estações’ é a exposição que pode ser visitada, até ao próximo dia 30 de Janeiro, no átrio principal do Casino Estoril.
 
Com entrada livre, mas condicionada a maiores de 18 anos, esta mostra revela a fauna e a flora de uma das mais emblemáticas matas nacionais. A exposição reúne trabalhos da autoria de 120 fotógrafos amadores no âmbito do concurso ‘Bussaco nas Quatro Estações’, promovido pela Fundação Mata do Bussaco, que desvenda o essencial dos habitats desta floresta mágica em momentos diferentes do ano. As imagens foram captadas entre 20 de Março de 2016 e 18 de Março de 2017.
Como explica a organização da exposição, “o conjunto monumental do Bussaco mobiliza uma riqueza patrimonial de excepção”, que se desenvolve numa área de 105 hectares, possuindo uma das melhores colecções dendrológicas da Europa, com cerca de 250 espécies de árvores e arbustos, alguns destes classificados como notáveis. 
Ao núcleo central formado pelo Palace Hotel do Bussaco e pelo Convento de Santa Cruz, juntam-se as ermidas de habitação, as capelas de devoção e os Passos que compõem a Via-Sacra, a Cerca com as Portas, o Museu Militar e o monumento comemorativo da Batalha do Bussaco. 
Os cruzeiros, as fontes (com destaque para a Fonte Fria com a sua escadaria) e as cisternas, os miradouros (o da Cruz Alta oferece vista privilegiada sobre a região entre Coimbra e a Serra do Caramulo) e as casas florestais, compõem o conjunto do património edificado na Mata do Bussaco. 
“A Mata providencia alimento, abrigo e refúgio para mais de centena e meia de espécies de vertebrados, algumas de grande valor conservacionista, como endemismos ibéricos ou espécies protegidas”, salienta a organização, que dá conta que “a biodiversidade presente no Bussaco exprime a singularidade e o valor patrimonial deste espaço mágico e, por isso mesmo, é necessário zelar pela sua preservação”.