Mercado da Vila tem nova imagem

Investimento de um milhão de euros vai transformar a funcionalidade do equipamento.

O Mercado da Vila de Cascais vai ser um novo pólo de atracção, ganhar uma nova centralidade e ser uma imagem de marca de Cascais, ao mesmo tempo que estará mais próximo dos munícipes com os eventos que lá serão organizados. Inaugurado a 9 de Julho de 1952, passados que são 60 anos, o Mercado da Vila de Cascais ainda é uma referência a ter em conta na dinamização da vida de Cascais e a pensar nisso a Câmara quer reanimá-lo com criatividade, mas sem descurar o comércio que deu origem à sua construção.
Em declarações ao JR, o presidente da Câmara de Cascais frisou que o Mercado “prepara-se para entrar numa nova era”. Carlos Carreiras realça que a Câmara pretende “um mercado mais perto da vila, com acessos mais fáceis para quem tem mobilidade reduzida, com uma imagem de marca que todos podem reconhecer”.
O edil explicou que “o Mercado da Vila, designação que vai adoptar, vai constituir-se como um novo pólo de atracção fruto da criação de um restaurante-escola e da Mercearia da Vila. O restaurante vai exigir uma intervenção em mais de 300 metros quadrados, dando um novo rosto ao antigo pavilhão da fruta. A Mercearia da Vila, que terá um horário alargado, até às 22h00, estará alinhada com a imagem do mercado, mas criando uma marca de qualidade/ ‘gourmet’ para os produtos de Cascais”.
O novo rosto do Mercado da Vila representa um investimento no valor de um milhão de euros, com as obras a serem executadas por fases. Carlos Carreiras disse que “a mudança, que conta com o envolvimento dos comerciantes deste espaço, vai começar a ser visível no início do Verão, já com a imagem de marca aplicada aos edifícios, sacos de compras e outros elementos visuais distintivos, que se juntam a um selo que certificará todos os produtos locais de Cascais”.

Franscisco Lourenço