Oeiras vai ter seis mega-agrupamentos

Oeiras é um dos municípios do país com mais agregações de estabelecimentos de ensino, um total de seis, envolvendo 14 511 alunos. De acordo com o mapa de agregações, Oeiras ficará com as seguintes unidades orgânicas: Agrupamento de Escolas Amélia Rey Colaço com o Agrupamento de Escolas Zarco – 1888 alunos; Escola Secundária Camilo Castelo Branco com o Agrupamento de Escolas de Carnaxide/Valejas – 2157; Agrupamento de Escolas de Miraflores com a Escola Secundária de Miraflores – 2566; Escola Secundária Luís de Freitas Branco com o Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos – 2505; Escola Secundária Sebastião e Silva com o Agrupamento de Escolas de São Julião da Barra – 2718; Agrupamento de Escolas Professor Noronha Feio com a Escola Secundária Professor José Augusto Lucas – 2677.
Em declarações ao JR, o presidente da Câmara de Oeiras considera que esta reestruturação é bem-vinda, desde que seja feita com base no consenso entre as partes. “A agregação de unidades organizacionais, num concelho como o nosso, em que existe grande proximidade geográfica entre os estabelecimentos de ensino, parece-nos pertinente atendendo à necessidade de adaptar progressivamente a rede escolar ao objectivo de uma escolaridade de 12 anos para todos os alunos e adequar as condições das escolas à promoção do sucesso escolar e ao combate ao abandono escolar, assim como proporcionar um percurso sequencial e articulado dos alunos abrangidos numa dada área geográfica e favorecer a transição adequada entre níveis e ciclos de ensino”, salienta Isaltino Morais.