Praias de Cascais e Oeiras já registaram 15 salvamentos

As praias de Cascais e Oeiras já estão oficialmente abertas aos banhistas há cerca de um mês, tendo já sido registados 15 salvamentos, números que não surpreendem o Instituto de Socorros a Náufragos (ISN).

"No ano passado o número de salvamentos foi quase o mesmo e este ano a época balnear ainda começou mais cedo, portanto é um número esperado", disse à agência Lusa o porta-voz do ISN, comandante Galhardo Leitão.

O responsável assegurou ainda que as praias da Linha têm os nadadores salvadores necessários para a vigilância dos banhistas, opinião partilhada pelos concessionários que, até ao momento, não registam queixas.

Em declarações à agência Lusa, Hugo Pereira, responsável de um concessionário de Carcavelos, concelho de Cascais, adiantou que tudo está a correr dentro da normalidade e, até ao momento, não houve queixas, nem reclamações.

Com 13 nadadores-salvadores, a Praia de Carcavelos é a mais vigiada do concelho de Cascais e não registou, neste primeiro mês, qualquer queixa por parte dos banhistas.

O mesmo aconteceu no Guincho. Segundo Luís Rebelo, responsável do concessionário do Bar do Guincho, "não houve problemas" neste primeiro mês, embora lamente a "menor afluência às praias".

"O tempo não ajudou. Tínhamos tudo preparado para receber muita gente e afinal não se justificou", disse Luís Rebelo.

Segundo o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, as praias do concelho dispõem de 30 nadadores-salvadores, número que será reforçado a partir de 01 de junho.

"As condições de segurança estão garantidas. A coordenação entre todas as entidades tem sido excelente e, tanto concessionários, como Polícia Marítima, como ISN [Instituto de Socorros a Náufragos], como também o SANAS [Corpo Voluntário de Salvadores Náuticos] e a PSP, têm feito um extraordinário trabalho de manutenção de segurança nas nossas praias", sublinhou o autarca, apelando ainda a um "comportamento responsável" por parte dos banhistas.

Também em Oeiras, segundo o vereador do Ambiente da Câmara, Ricardo Barros, não tem havido queixas por parte dos utilizadores, sublinhando que para esta época balnear estão "assegurados todos os nadadores salvadores necessários, conforme o plano de segurança apresentado pela administração do Porto de Lisboa".

Quanto à qualidade do areal e da água do mar, o histórico de resultados tem sido positivo, revelou o vereador, adiantando que serão realizadas regularmente análises.

O vereador disse ainda que o areal é limpo diariamente pelos "Jovens em Movimento" e à noite pelos serviços da autarquia.

A época balnear arrancou em Cascais a 01 de maio e em Oeiras a 12 de maio, os primeiros concelhos de país a antecipar a vigilância das praias.