Quercus aprova Suzuki Alto

O Suzuki Alto 1.0, na sua versão de caixa manual de cinco velocidades, acaba de ver reconhecidas as suas capacidades em termos de eficiência energética por parte da Quercus, entidade que lhe atribuiu a sua certificação ‘Selo Topten’. Prático, fiável, económico e, ao mesmo tempo, divertido de conduzir, num automóvel que combina na perfeição as expressões “razão” e “emoção”, o Suzuki Alto garante, assim, um novo argumento positivo ao seu conjunto de adjectivos.

Refira-se que o Projecto Topten da Quercus visa promover os produtos que são energeticamente mais eficientes à venda no mercado nacional, nas diferentes categorias, nelas incluindo o sector automóvel.

O Suzuki Alto está disponível no mercado nacional em quatro versões: GA, GL, GL Style e GL 4AT ESP (com caixa automática).

Em termos mecânicos, a aposta concentra-se no pequeno bloco de três cilindros, 12 válvulas e injecção multiponto, com uma cilindrada de 996 cc, que garante 68 cv às 6.000 rpm e um binário de 90 Nm às 3.400 rpm, mais do que suficientes para impulsionar os 1.250 kg de peso bruto do conjunto. Naturalmente baixos são os consumos combinados da gama, dos 4,4 aos 5,2 L/100km e as emissões de CO2, contidas entre os 103 e os 122 g/km.

No capítulo dos preços, os Concessionários Suzuki aderentes estão, neste momento, com uma forte campanha comercial no valor de 1.000 euros, que permite a sua aquisição a partir dos 7.930 euros da versão de entrada, até aos 11.570 euros da unidade equipada com caixa automática.