Regresso efusivo aos loucos anos 80

Alphaville, Bonnie Tyler e UB40 vão marcar presença no festival ‘Remember Cascais’.

“Que música é que se ouvia em Cascais nos anos 80?”, ou, mais particularmente, “que música é que os jovens ouviam no comboio de Cascais para Lisboa quando iam para a faculdade?”. Foi destas premissas que partiu a elaboração do cartaz do “ERP Remember Cascais” que o Palco Primavera traz a Cascais nos próximo dias 7 e 8 de Setembro. Na génese, um festival de música revivalista, mas que, no fundo, pretende resultar “numa enorme festa para dançar, num festival de alegria e que pretende fazer o regresso a um tempo de cor, que foram os anos 80”, refere José Eduardo Martins, do Palco Primavera, entidade reconhecida por organizar o mítico Festival de Paredes de Coura, no Norte do país.

Para José Eduardo Martins, o “Remember Cascais”, com “um orçamento de meio milhão de euros”, “não pretende ser um festival de massas”, nem tão pouco igual a qualquer outro festival de Verão. “Esperamos um máximo de sete ou oito mil pessoas, até porque este é um festival para dançar e também para namorar”, defendeu bem-disposto o responsável, que acredita que vai conseguir chamar ao Hipódromo Municipal Manuel Possolo não só “quem viveu a juventude nos anos 80, mas principalmente essas pessoas agora acompanhadas pelos filhos, numa verdadeira festa em família”.

Depois dos concertos, “vai haver uma tenda discoteca, para continuar a festa noite dentro”, revelou ainda José Eduardo Martins, frisando que o evento vai trazer a Cascais “uma boa dose de alegria, mas também uma boa dose de mudança”.

Este é o primeiro festival revivalista a acontecer em Portugal, numa altura em que este género de eventos são uma garantia de sucesso em muitos países europeus, como o Reino Unido ou até a vizinha Espanha.

Por ser patrocinado pela ERP – European Recycling Plataform, o “Remember Cascais” tem também uma preocupação ambiental e de sustentabilidade dos recursos, estando, desde já, previstas várias acções com o intuito de oferta de bilhetes perante uma boa atitude de reciclagem.

Convicto de que este festival será um êxito, Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, relembrou que nesta altura de crise, "muitos vão ser os portugueses que terão de fazer uma readaptação do seu Verão, mas fica a garantia de que Cascais vai ter um dos melhores verões de sempre e gastando menos."

Distribuído por dois dias, 7 e 8 de Setembro, o festival vai levar ao Hipódromo Municipal Manuel Possolo nomes tão carismáticos como F.R. David, Alphaville e Ali Campbell e UB40, no primeiro dia, e Liz Mitchell e Boney M, 7.ª Legião e Bonnie Tyler, no segundo. Os bilhetes custam 30 euros, para um dia de concertos, ou 50 euros, no caso do passe de dois dias.

Ana Raquel Oliveira