Uma Rainha Louca em Almada

 

Depois de uma antestreia no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, por ocasião do Festival de Almada 2011, o Teatro Municipal de Almada acolhe a estreia oficial de “A Rainha Louca”, uma ópera de Alexandre Delgado, protagonizada por Ana Ester Neves. Esta é uma adaptação de “O tempo Feminino” de Miguel Rovisco, com encenação de Joaquim Benite, que em tempos já tinha dirigido “O doido e a morte”, outra ópera de Alexandre Delgado. “A Rainha Louca” gira em torno da rainha D. Maria I, filha de D. José, que, reza a história, enlouqueceu nos anos avançados da sua vida. Louca mas não tonta, perpassam no discurso da rainha as tristezas e as decepções de um Portugal que entrava no século XIX no meio de uma grave crise europeia, com os exércitos de Napoleão a sitiarem a Corte, que teve de fugir para o Brasil. A rainha, impotente perante uma realidade que já não controlava, refugia-se na religiosidade e no misticismo, acompanhada por uma jovem Dama de Companhia (uma belíssima interpretação de Maria Luísa de Freitas). Apesar do tema sério da ópera, Alexandre Delgado não recua perante as cenas jocosas (de que são protagonistas Ana Paula Russo e Teresa Cardoso de Menezes), que animam este concerto desconcertante.

Teatro Municipal de Almada, dias 27 e 29 de Abril e 2 de Maio, quarta-feira e sexta-feira, às 21h30, domingo, pelas 16 horas.