Estacionamento ilegal Preocupa moradores

Estacionamento ilegal Preocupa moradores

Fórum Opções Participativas juntou autarcas e munícipes em torno dos problemas da freguesia.

A falta de estacionamento e a ampliação do centro de saúde estão no centro das preocupações da população do Laranjeiro. Foram questões apresentadas ao executivo municipal, na última reunião das Opções Participativas, que ouviu ainda o descontentamento de alguns residentes quanto à frequência da recolha dos ecopontos e desmantelamento de parques infantis.
Na sequência do Metro Sul do Tejo a autarquia construiu um parque de estacionamento no espaço do antigo mercado, mas para a população do Laranjeiro, uma das freguesias mais populosas do concelho de Almada, este não corresponde à mobilidade local e exige que seja criado mais estacionamento de superfície. “Existe espaço para estacionar, mas uma parte está ocupado com automóveis para venda”, critica um munícipe. Outro problema é o estacionamento em cima dos passeios. Uma situação que os autarcas reconhecem ser “ilegal”, mas não parece fácil entender qual a autoridade que tem de actuar.
Para alguns munícipes esta responsabilidade deve ser desempenhada pela ECALMA – Empresa Municipal de Estacionamento e Circulação de Almada –, mas do lado da autarquia as autoridades policiais também não podem passar ao lado deste problema. “Por enquanto a ECALMA não actua em toda a freguesia do Laranjeiro”, refere o vereador que tutela esta empresa. Segundo Rui Jorge Martins, o efectivo da ECALMA “só actua na área da Avenida 23 de Julho” e nesta artéria “o estacionamento ilegal tem sido resolvido”.
Humberto Lameiras

Veja a notícia completa em: http://jr.jornaldaregiao.pt/arquivo/Almada/Almada_306.pdf