Floresta segura já em marcha

Floresta segura já em marcha

A Operação Floresta Segura, Floresta Verde 2012 vai arrancar a 1 de Julho e manter os meios no terreno até 30 de Setembro. Com uma mancha florestal significativa, grande parte integrada em paisagem protegida, nos últimos anos Almada é o concelho do distrito de Setúbal que regista maior número de ignições mas menos hectares ardidos.

Para a Protecção Civil Municipal, isto prova que o plano traçado para defesa da floresta do município é “eficaz”, afirma o responsável por este organismo, António Godinho. Daí que o Plano Operacional Municipal para este ano, aprovado ontem 21 de Junho, mantenha praticamente a mesma estratégia dos últimos anos.
Almada é também um dos concelhos do país que já tem aprovado o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios 2012-2016. Na sua essência este define o posicionamento de meios dos bombeiros em locais estratégicos, o que tem sido um dos factores decisivos para o sucesso desta operação.

O plano prevê o estacionamento de uma viatura de uma das três corporações dos bombeiros do concelho no coração da Mata dos Medos e diversas outras acções de vigilância efectivos que incluem o Posto de Vigia do Cabo da Malha e de sensibilização à população, mais ainda num ano em que se prevê uma maior carga de turistas na Costa da Caparica, e naturalmente nas matas desta frente atlântica.

A operação envolve militares da GNR, elementos do Instituto de Conservação da Natureza (apenas durante a semana) e, ao fim de semana e feriados, voluntários de proteção civil (Clube de todo-o-terreno Land Mania – delegação de Almada, Associação de Comandos do Seixal e Almada, CIMO – Clube Ibérico de Montanhismo e Orientação e Escuteiros do Corpo Nacional de Escutas).

Em 2011, o concelho de Almada registou uma área ardida muito baixa, cerca de quatro hectares, sendo apenas 0,02 hectares na Paisagem Protegida da Arriba Fóssil, na Costa da Caparica.